COMUNICADO

Oi gente!

É provável que vcs notem que em alguns posts do blog há fotos que não aparecem ou não abrem ampliadas em outra janela. Nós tivemos problemas com a hospedagem dessas imagens, por isso algumas foram perdidas.
Já estamos trabalhando a fim de recuperá-las (temos backup, ainda bem!). O processo levará algum tempo, mas vai dar tudo certo.
Agradecemos pelo apoio recebido até o momento, e contamos com a compreensão de vcs. <3

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Pincéis: Cerdas Naturais X Cerdas Sintéticas

Há pouco tempo atrás, uma amiga me perguntou que tipo de pincel era melhor, se os de cerdas sintéticas ou os de cerdas naturais. Na hora, no susto, eu respondi que os de cerdas sintéticas não “pegavam” tanto pó quanto os naturais. Embora a resposta não esteja tecnicamente errada, ficou incompleta. E então eu resolvi me aprofundar no assunto, e tem muito mais informações interessantes sobre o tema.

Grande parte do sucesso de uma boa maquiagem depende das ferramentas certas. Usar o tipo certo de pincel para cada tarefa pode ser a diferença entre uma maquiagem bem feita e um desastre. Claro que bons produtos também influenciam o resultado, mas use um pincel errado de forma errada, e o produto não vai fazer milagre.

Eu já tive um baita preconceito contra pincéis sintéticos, achava que eram inferiores porque eram “de mentira” e por serem mais baratos que um pincel igual de cerdas naturais.
Isso é um engano. Hoje em dia existem pincéis sintéticos super sofisticados e eficientes.
Além disso, cada tipo de cerda tem sua função, e é usando as cerdas adequadas para cada fim específico que conseguimos o melhor resultado, com o mínimo de esforço.


Bem, vamos às características de cada um, às diferenças e às indicações.


Diferenças básicas:

Os sintéticos possuem cerdas mais brilhantes, e em geral vêm em uma maior variedade de cores. Também costumam ser mais macios ao toque, por isso são indicados para as peles sensíveis. São mais fáceis de limpar, pois não absorvem pigmento.
São feitos de Nylon ou Taklon. São ecológicos.

Os naturais podem custar mais caro, mas também podem ser mais duráveis. São mais difíceis de limpar e demoram mais para secar. Podem ser feitos de um único tipo de pelo, ou de cerdas mistas (mais de um tipo de animal). Podem ser tingidos ou não.
Os pelos geralmente são de cabra (goat), de texugo (badger), pônei (pony), zibelina (sable) , mas podem ser até de esquilo (squirrel).


A regra geral é:

  • cerdas naturais são ideais para produtos em pó (pós, sombras, blush, etc)
  • cerdas sintéticas são ideais para produtos em creme (corretivos líquidos ou em creme, batons, bases líquidas, etc).

Mas por quê?

Se vc já tentou aplicar sombra (principalmente se for solta) com um pincel sintético, deve ter notado que o pincel não pega tanto pigmento, e que acontece bastante o que a gente chama de “fall out” (aquela poeirinha de sombra que cai na bochecha, quando fazemos a aplicação).
Se já tentou aplicar base ou corretivo líquido com um pincel de cerdas naturais, deve ter notado que é mais difícil de espalhar, parece que o produto não rende. É como se o pincel “chupasse” parte do creme.

Isso acontece porque os fios naturais possuem escamas, que “seguram” o produto. Por esse motivo, é mais fácil trabalhar o pó com eles. Vc consegue pegar mais produto de uma só vez.
Já os fios sintéticos são lisos, e por isso são melhores para espalhar cremes ou líquidos, porque o produto não “gruda” nas cerdas.

Compare na ilustração abaixo. À esquerda, fio de cabelo natural. À direita, fibras de nylon.

Fio de cabelo natural:

Em resumo, a gente pode dividir os tipos de pincéis e as cerdas mais indicadas para cada um assim:

Sombra em pó – cerdas naturais

Blush em pó – cerdas naturais

Pó facial – cerdas naturais


Base – cerdas sintéticas


Corretivo – cerdas sintéticas


Batom – cerdas sintéticas

Isso não quer dizer que, caso vc realmente abomine a idéia de usar pincéis de pelos naturais devido a razões pessoais ou ecológicas, vc não tenha bons produtos à sua disposição e não possa alcançar bons resultados com um kit composto apenas de pincéis sintéticos.

Muitas marcas de maquiagem mineral usam pincéis sintéticos na aplicação de seus pós (Everyday Minerals, Signature Minerals, e outras). O que acontece é que vc vai pegar menos produto por vez, e aplicar mais camadas para atingir o mesmo resultado que um pincel natural e denso te daria em uma única aplicação.

Pincéis sintéticos também são bons para quando vc quer uma aplicação mais suave, como no caso de blushes muito pigmentados. Vc vai adicionando cor aos poucos, e tem mais controle do pigmento.

Pincéis de cerdas naturais:

Pincéis de cerdas sintéticas:

A maioria das meninas tem pincéis dos 2 tipos nas suas coleções. Mas muitas marcas hoje apostam nos sintéticos, pois o público vegan está crescendo. Um bom exemplo é a nova coleção do O Boticário, que é inteiramente sintética.

E vc? Prefere algum tipo? Tem preconceito com sintéticos?


OBS: Os comentários para esta postagem foram desativados, devido ao grande número de comentários-spam. Pedimos desculpas pelo transtorno.

6 comentários:

Fodali disse... [Responder comentário]

Eu nao compraria nada com pelo de ponei, pro razoes pessoais... fora isso, qualquer pincel ta' valendo!

Gostei da explicacao detalhada, da pra entender as diferencas e sutilezas.

xDanix disse... [Responder comentário]

Eu jamais compraria qualquer coisa feita de pêlos. É igual comprar casaco de pele = crueldade.

Safira disse... [Responder comentário]

Adorei seu blog ja favoritei ele uso pinceis de cerdas naturais e e como vc disse prefiro usar sintetico pra aplicar base bjuss

Ana disse... [Responder comentário]

Me ajudou muito.Vale mais demorar uns 10 minutinhos fazendo a make do que deixar um animal sofrer.
Valeu a dica

Fernanda disse... [Responder comentário]

Também nao abro mão dos meus sinteticos Taklon da Ecotools!

Milena disse... [Responder comentário]

Fernanda

Pra mim, estão entre os melhores pincéis que já usei! :)

Related Posts with Thumbnails