COMUNICADO

Oi gente!

É provável que vcs notem que em alguns posts do blog há fotos que não aparecem ou não abrem ampliadas em outra janela. Nós tivemos problemas com a hospedagem dessas imagens, por isso algumas foram perdidas.
Já estamos trabalhando a fim de recuperá-las (temos backup, ainda bem!). O processo levará algum tempo, mas vai dar tudo certo.
Agradecemos pelo apoio recebido até o momento, e contamos com a compreensão de vcs. <3

terça-feira, 28 de abril de 2009

Amostra: uma maneira eficaz de conquistar o cliente

Aqui no Brasil as empresas não têm o hábito de distribuir amostras de seus produtos aos clientes. Elas ainda são vistas como brinde ou presente. Às vezes até parece que é como se o cliente estivesse ganhando alguma vantagem em cima da empresa.

Na verdade, a amostra é para apresentar o produto ao cliente. Não tem como comprar um produto do qual vc desconhece a existência, certo? Mas se provar e gostar, é claro que vai comprar (quem que tenha adorado um perfume, creme ou shampoo, vai se conformar com uma amostrinha?).

Amostra é marketing. E dos mais simpáticos, deve-se frisar. A empresa atinge diretamente o consumidor, de forma gentil, e para isso gasta apenas o seu produto. Sem anúncio na TV, revista, etc. Cativa e o mais importante: não agride.
Quanto custa a uma marca de cosmético, por exemplo, distribuir uma amostra de dentro da sua loja? Não é preciso mobilizar equipes, nem ter um plano de logística diferente. A loja recebe as amostras junto com o resto do estoque e aproveita a vendedora - que já está ali com a mão na massa - como contato com o cliente.

As empresas brasileiras têm que parar com essa mentalidade de que amostra é presente, e parar de ficar vinculando a distribuição de amostras a compras de preços X, como se isso fosse um favor que o cliente tem que conquistar.
Se vc for a uma Sacks (ou a uma seção de cosméticos de qualquer outra loja) nos EUA, vc vai ver que basta chegar em qualquer balcão de qualquer marca, que as vendedoras te oferecem amostras. Clinique, Dior, Estée Lauder, Lancôme... Ganhei amostrinhas dessas marcas, e a única coisa que eu tive que fazer pra isso foi chegar perto do stand.
Por que? Porque as marcas confiam na qualidade de seus produtos, e sabem que essa é uma abordagem barata e super eficiente para fisgar as consumidoras.

Por que o papo? Porque ontem eu recebi minhas compras que fiz no Pão de Açúcar online, e junto com elas vieram 2 amostrinhas de produtos Dove. E eu parei pra pensar como isso aqui no Brasil é raro.

Quando a Dove chegou ao Brasil, o primeiro produto deles foi o sabonete com 1/4 de hidratante. Eu testei e odiei. O troço me deu alergia, me senti melada, ensebada... Sem condições. Tomei tal aversão pela experiência, que na minha cabeça eu associei a Dove àquele sabonete e nunca mais dediquei um segundo do meu pensamento à marca. Pelo menos inconscientemente, eu evitava os produtos da empresa e associava a marca a coisas ruins.
Quando recebi as amostras foi que me dei conta que, entre eu testar aquele sabonete e hoje, passaram-se anos e eu nunca tinha reparado que a Dove fazia mais coisas além de um sabonete que eu não gosto (só outro dia que me toquei que o desodorante que eu usava era Dove).

Por causa das amostras, eu tomei conhecimento de produtos nos quais eu nunca tinha parado pra olhar. Pode até ser que eu não goste das amostras que recebi, mas pelo menos eu sei que a Dove, agora, é mais do que um simples sabonete gosmento, e estou aberta a experimentar outras coisas da marca.
Então, ponto pra eles, certo?

Amostrinhas (bem generosas, até):





18 comentários:

Renata disse... [Responder comentário]

Adicionando uma coisa aos seus comentários: muitas vezes o produto - especialmente os mais luxuosos - têm na embalagem uma boa parte da composição do seu preço. Amostra não gasta nem isso. É realmente marketing barato e eficiente, mas SÓ PRA PRODUTO BOM. Quem não tem medo de dar amostra já ganha vários pontos no item "confiança na qualidade".

(Só pra constar, o sabonete líquido Dove é legal)

Aline disse... [Responder comentário]

ai falou td! aqui eh mto raro amostrinhas!!
tava hj procurando por aih algum produto novo pra testar, pq odeio ficar gastando dinheiro testando coisas q nunca ouvi falar.. mas se a gnt usa uma amostirnha e gosta claro q a gnt compra neh? soh q meu deus, eh dificil.. e qd se tem a amostrinha eh algo insignificante, ou uma linha incompleta.. aa, eh de perder a paciencia as vezes -.-'

qt a dove eu gosto bastante, uso esse sabonete liquido com oleo e ele trata da minha pele como nenhum outro tratou!

;*

Milena disse... [Responder comentário]

Vcs duas lembraram bem. Amostra muitas vezes não gasta nem embalagem mesmo.

E sim, isso evita que e gente compre produtos full size pra depois achar uma bosta e ver que jogou dinheiro fora.

E vou testar o sabonete, me animei com a opinião de vcs. :)

Grace disse... [Responder comentário]

Olá meninas gostei muito do post de vcs. Realmente ter acesso a amostra de um produto é super importante, sou revendedora da avon, e sempre que posso distribuo amostras p a minhas clientes. O tenso é que o acesso a amostras ainda é muito limitado (não só na avon) sendo restrito apenas a perfumes e batons,não dando a chance de experimentar os demais produtos da marca. As empresas tem que acordarem e tb treinarem os empregados (pois como acontece em algumas perfumarias vc tem que deixar um rim ou implorar p ter uma amostra), pois essa é a melhor publicidade ou eles acham que a gente compra a TELVA, a WOMAN e a Instyle pq a gente gosta muito de ler em espanhol =D.
bjs!!!!!

Grace disse... [Responder comentário]

Obs: esse sabonete da dove é PERFEITO! Hidrata sem te deixar melequenta. Além disso é um ótimo removedor de sujeira para pinceis de make(creuza), principalmente os pinceis de base, fica limpinho kkkkkk.
Bjs!!!!

Renata disse... [Responder comentário]

Pois é, Grace, mas da Avon tenho recebido várias amostras de cremes. A linha nova, inclusive, aquela de embalagem azul que eu não lembro o nome. Usei um sachê da amostra e já pirei no negócio. Só por ter experimentado e recomendado, já vendi 2, e mais o meu, claro que eu comprei! Se não fosse a amostra, eu não teria vendido nenhum e nem teria comprado.

(boa dica do Dove pros pincéis, vou tentar. valeu!)

disse... [Responder comentário]

É verdade... tantas vezes que recebemos amostra e depois vamos correndo comprar. Na verdade, é um investimento que deve ser pequeno, perto do retorno que as empresas obtem depois, né.

Olha só Mi, mais um selinho. "O que você carrega na bolsa?". Não quero te encher de selinhos, mas pensei em vc de novo, então, se quiser brincar, está lá no blog te esperando.

beijinhos

disse... [Responder comentário]

Tá bom, Mi. Nem te estressa. Só to repassando pq acho legal, e claro, estou com tempo sobrando. Hehehe.
Mas que este não seja mais um afazer chato né.

Ah... mas se responder os selinhos me conta que quero ver.
Heehehe!!!

Beijinhos

MAFIA DOS PAPAGAIOS/RAPHAEL disse... [Responder comentário]

vdad o que vc falou o + legal eh que mts brasileiros se aproveitam das amostras para tirar ganhar mts vantagens e nao compram o produto... e o + legal ainda eh que mts tbm nao tem condiçoes de compra-lo as empresas deveriam fazer um estudo e ver as condiçoes e para quem iriam oferece-los... krak ta vendo marketing ai rsrs sou do blog www.mafiadospapagaios.blogspot.com
depois faz uma visita la... xau bjos fik na paz fuiii

Aline disse... [Responder comentário]

tb acho batom bem mais confortavel.. mas nao tem como ficar sem alguns glosses neh? sao todos tao lindos =P

;*

Milena disse... [Responder comentário]

Raphael, desculpe mas vou discordar totalmente de vc.

Não acho que pegar amostras seja "se aproveitar", nem acho que o cliente tem obrigação de comprar um produto do qual ele recebeu amostra. Esse é justamente o tipo de pensamento que as empresas têm e eu tanto critico, e gostaria que mudasse.

Ninguém tem como se aproveitar com as amostras, porque vc não pode viver de ficar catando amostrinhas para fazer uso regular de um produto. Isso é impossível.
Se a pessoa quer mesmo usar produto, vai acabar tendo que comprar. Se não gosta, pára nas amostras e fim de papo. Não há como "ganhar vantagem".

Também discordo quanto à opinião de que a empresa deveria antes analisar se a pessoa tem condição ou não de comprar, antes de fornecer a amostra. Isso geraria muito preconceito e discriminação, além de ser impossível de fazer. É a mesma coisa que querer anunciar na TV mas só deixar assistir quem tem condição de comprar.

Quem faz propaganda tem que entender que por mais que exista um público alvo, esse é um investimento no público em geral e na marca que a empresa representa.
Se vc dá uma amostra a um cliente e ele por acaso não tem condições de comprar o produto, vc conseguiu apesar de tudo causar uma impressão positiva da sua marca. Isso faz muito efeito, e gera propaganda boca-a-boca. E por um custo MUITO menor do que o de colocar um anúncio em uma revista.

Fodali disse... [Responder comentário]

Amostra gratis 'e tao gostoso de ganhar! Voce testa o produto, fica feliz porque ganhou uma besteirinha, as embalagens fun-size sao fofas... 'e uma puta ideia!

E bem ou mal, voce parou no balcao pra pegar a amostra, a vendedora j'a tem uma oportunidade de falar com voce. Se voce nao gostar do produto, ja rolou uma aproximacao, e a oportunidade de se oferecer outro produto, outra opcao.

E' uma isca que a gente morde com gosto.

Eu ADORO ganhar amostras de produtos!

Ana Paula disse... [Responder comentário]

Reaalmeente aqui no brasil quase não se vê amoostras! Seriia uma boua ter amostras do produtos. Sem contar no lado bom pra empresa que teria seus produtos testados e se de boua qualidade aproovados.

Milena disse... [Responder comentário]

Oi Ana Paula

As coisas estão começando a acontecer. A passos de formiga, verdade, mas pelo menos agora algumas lojas oferecem amostras.

Quando estiver na Contém1g e no Boticário, não se acanhe e peça amostras, que eles têm. Muitas vendedoras não oferecem, mas é só dizer que quer conhecer outros produtos e pedir. ;)


Bjs

Eli aka Negra Cabreada disse... [Responder comentário]

Não é só no Brasil, aqui em Espanha as vendedoras tb têm essa mania de dar amostrinhas só à quem comprar produtos de "marcas seletivas". Mas o que mais me enche o saco e que muitas vezes não dão nada à clientas e depois repartem entre as amigas/famílias, etc., e digo isso porque já vi várias vezes. Já ouve até briga no forovogue espanhol por causa disto, hahaha. Beijos!

Milena disse... [Responder comentário]

Oi eli

Pois é... No dia que todo mundo se tocar que amostra ganha cliente, quem sabe eles mudam... Ai ai. rs

Bjs!

Gislaine Ceregatti disse... [Responder comentário]

Gente, sei que cheguei bem tarde na conversa, mas queria compartilhar um pensamento: quanto a oferecer amostras só pra quem tem poder aquisitivo pra comprar o produto (como disse o colega quase analfabeto alí) não faz sentido mesmo. Por exemplo, eu quando era estagiária, tinha dó de pagar R$15 reais numa máscara, porém hoje em dia gasto R$50, R$60 em uma numa boa. Mesmo não tendo dinheiro pra comprar o produto naquela época, a empresa que me oferecesse a amostra já garantiria que ao menos eu me lembrasse dela no futuro quando minhas condições financeiras fossem melhores.

Ou seja, concordo com a Milena, amostra grátis é um investimento da empresa no produto.

Renata disse... [Responder comentário]

@Gislaine CeregattiPois é, Gislaine! Algumas impressões de marcas que eu conheci quando era estagiária (e paupérrima) deixaram impressões que duram até hoje, que eu posso comprar. E olha que faz teeeeeeeeeeeempo! mais de vinte anos! mas sabe o que parece? que as marcas ficam se concentrando em lançar coleções e mais coleções pra conquistas imediatas, e esquecem que as conquistas que duram a vida toda da gente são tão importantes quanto - ou mais. Azar o deles ;)

bj

Related Posts with Thumbnails