COMUNICADO

Oi gente!

É provável que vcs notem que em alguns posts do blog há fotos que não aparecem ou não abrem ampliadas em outra janela. Nós tivemos problemas com a hospedagem dessas imagens, por isso algumas foram perdidas.
Já estamos trabalhando a fim de recuperá-las (temos backup, ainda bem!). O processo levará algum tempo, mas vai dar tudo certo.
Agradecemos pelo apoio recebido até o momento, e contamos com a compreensão de vcs. <3

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Sobre comments e falta de educação - Parte II


Apesar de não ser sobre make, esse é um tema relacionando ao mundo dos blogs, no qual o nosso está, obviamente, inserido.

Quando eu vi a imagem aí de cima, caí na risada. Não só porque a charge é fantástica (percepção e criatividade 10), mas porque é a mais pura verdade! Se Da Vinci fosse artista hoje e colocasse a imagem da Mona Lisa num blog ou no Flickr, ia ser esse tipo de comentário aí que ele ia ler.

Eu fico me perguntando o porquê, mas não consigo entender. Nem porque alguém entra no blog de outra pessoa para agredir (acho bacana trocar idéia e até discordar, discutir outros pontos de vista pode ser legal), nem porque o autor do blog responde com grosseria a um visitante.

Claro que é chato receber críticas de gente que nem te conhece e que por vezes te deixa com a sensação de que nem entendeu o que vc disse. Mas se a crítica é educada, e representa apenas uma discordância, é só uma opinião merecedora de respeito como qualquer outra.

Reconheço que é difícil não responder a uma grosseria na mesma moeda, e eu mesma já caí nessa. Mas evito.
O que acontece é que uma coisa puxa a outra, alguém se sente agredido, um solta uma farpa, e a zona começa. Eu, que curto comentar nos blogs que leio e curto que comentem no meu, geralmente me deparo com a confusão pensando "peraí, quando que isso virou barraco?".

Não cair na tentação de responder a provocações e comentários deselegantes exige um certo esforço. Mesmo porque, sempre tem a turma do linchamento, que adora botar lenha na fogueira e de vez em quando até consegue transformar um simples mal entendido em espetáculo.

Eu vejo alguns comentários pela blogosfera e fico besta. Besta com a energia que a pessoa desperdiçou ali, só pra comprar briga. Besta com a reação em cadeia que um comentário pode provocar. Besta com a guerra de egos que existe até nos grupos que costumam comentar neste ou naquele blog, como se fossem turminhas com ritual de iniciação.

O mais estranho é que esse é um comportamento típico de internet. Se as pessoas estivessem cara a cara, a forma da mensagem seria totalmente diferente, por mais que cada uma mativesse sua posição.
Não sei se isso são apenas as máscaras - impostas pela etiqueta - caindo, ou se há algo exclusivamente na internet que "liga" a agressividade nas pessoas.

Só sei que eu costumava me chatear/estressar quando algo que eu escrevia era mal interpretado e rebatido com desdém, ou desrespeito. Hoje, eu simplesmente fecho a aba do browser e vou fazer algo mais proveitoso.
Já deixei de ler aguns fóruns e blogs que gostava por causa disso, mas que se há de fazer?

Acho que também cabe ao responsável pelo site/blog/etc manter um ambiente legal e receptivo ao visitante. Pelo menos isso eu venho notando, há algum tempo, que vem acontecendo. Não é fácil, mas a gente tenta.

Antes que alguém fique elocubrando se há alguma razão podre específica para este post, ele foi apenas motivado pela dinâmica de comentários pela internet afora, e em cujos efeitos eu hoje me peguei pensando depois de visitar alguns blogs e fóruns. Foi inspirado também - ou seria principalmente? - pela imagem genial.

Abraço pro pessoal que vem aqui e participa, sempre no maior bom humor. :)

7 comentários:

Jana-Mais que Bonitas disse... [Responder comentário]

Oi Milena!!Adorei a postagem,e eu também acho muito chato falta de educação nos comentários.
Já sofri algumas vezes com isso(eu me importo muito!),mas aprendi a lição.
Também ri muito com a charge!
Beijos

Chu disse... [Responder comentário]

Milena, vim aqui diretamente me desculpar pelo episódio de hoje no meu blog. Achei que seria mais direto e pessoal vir aqui e como o que tenho a dizer é especificamente para você, preferi fazê-lo em seu blog.

Já comecei falando em pedido de desculpa, reforço-a aqui. Minha intenção não foi ser grosseira contigo, mas reconheço que, tendo te colocado no mesmo balaio de gato, acabei sendo. Não quero me justificar, mas o que aconteceu foi que eu li os comentários do VnF e os do meu blog e fiquei um pouco alterada pela falta de compreensão daquilo que eu havia escrito. As pessoas começaram a infernizar metendo o pau no que eu havia escrito e sugerindo que eu fizesse justamente aquilo que eu disse que faria: deixaria de ler os tais blogs. Não era pra tanta polêmica, quando eu escrevi o texto nunca pensei que fosse causar tanto furor uterino nas moças. Muitas tomaram pelo lado pessoal e foram sim, agressivas.

Não foi seu caso e, depois, reli seu comentário. Entendi o que você quis dizer. Discordo, mas entendi. Assim como entendi o que você quis dizer. Mas a verdade é que eu costumo me divertir com tudo, apesar de parecer invocada. E a verdade é que, apesar das minhas respostas e dos meus textos explicativos, eu me diverti com toda a situação. Minhas amigas não "botaram lenha na fogueira" e nem quiseram, na maldade, fazer barraco. Eu e elas estávamos todas nos comunicando por Twitter e Gtalk fazendo piadas com alguns comentários e situações e o seu comentário acabou, indiretamente, virando motivo de piada. Porque eu falei sobre a banquinha na Praça da Sé e você disse que tinha achado absurdo e agora tudo pra gente (eu e amigas) é montar uma banquinha na Praça da Sé. Bobeira. Mas não queria, MESMO, te ofender. Eu me senti na obrigação de responder e explicar o que havia escrito num esforço de tentar fazer as pessoas entenderem que eu não estava criticando blogs monotemáticos. Eu não vejo problema algum em falar sobre maquiagem, beleza e moda. Eu adoro esses assuntos. Eu vejo problema no exagero.

Depois parei pra pensar e talvez eu não devesse mesmo ter mencionado o consumismo. Mas EU acho que o pessoal perde a mãe. É algo que eu não faria. Mas não estou metendo o pau em ninguém. Estou criticando um comportamento. Eu devo ter vários comportamentos chatos pros outros também. E várias pessoas devem achar meu blog diarinho um saco.

Só explicando o que eu disse a respeito de montar uma banquinha na Sé. Eu não quis dizer que as pessoas devem procurar algo melhor pra fazer porque o que elas fazem em seus blogs é ruim. Minha crítica foi no sentido de muitas blogueiras por aí estarem extremamente deslumbradas com o alcance de seus blogs e darem importância demais pra isso. Não só em blogs de make. De repente parece que as pessoas acordaram pro mundo dos blogs e todos se acham super relevantes e formadores de opinião. Eu tenho conhecidos cujos blogs eu também não leio porque essa vibe de "eu estou na mídia, uhu" é desnecessária pra mim. E aí eu vejo a puxação de saco entre blogs e todas aquelas frescurinhas de mulher de puxar saco dessa ou daquela blogueira e fico meio "blé". Entende? Eu ironizei no sentido de que blogs alcançam uma parcela pequena da população, então, pessoal, vamos abaixar a bola e não se levar tão a sério? E sugeri que, quem queira se tornar conhecido e atingir pessoas, que monte a tal banquinha. Foi só uma brincadeira. Meu jeito de falar é esse mesmo. Eu ironizo tudo.

Você pode discordar de tudo o que eu disse aqui, mas eu só queria que você soubesse que comentários são sim bem-vindos e que eu não espero que todos concordem comigo. Só espero que se expressem de maneira educada, exatamente como você fez. Portanto, mais uma vez, me desculpe se te coloquei no meio da bagunça.

Um beijo e boa noite pra você também!

Chu disse... [Responder comentário]

E putz, eu sou prolixa pra caramba. Desculpe a bíblia que deixei aqui.

Milena disse... [Responder comentário]

Oi Chu

Obrigada pela consideração de vir até aqui escrever essa mensagem. Te respondi pelo seu blog também.

Bjs

Fodali disse... [Responder comentário]

A chrge 'e otima... "pff.. nem mostra os peitos"... hhahaha

Eu tenho um problema com trollagem em internet, admito. Nao posso ver uma trollagem que corro pegar um pau e dar com ele nalguma coisa. Feio isso, muito feio, eu sei.

Acho que o anonimato da internet, a distancia, dao pra gente essa coragem que na vida real a gente nao teria...

Porque, por piores que sejam as pessoas e seus comentarios, na vida real eu nao teria coragem de dizer metade das merdas que eu digo, e teria medo de levar uma paulada real na cara.

De novo; feio, muito feio!

Acho que nao so' eu, como algumas coutras pessoas, poderiam parar com a reacao trolleira e agir mais como damas... ou pelo menos como pessoas civilizadas. :(

E isso porque estamos falando de blogs de maquiagem, coisa de meninas e tal... imagina o que nao rolam em blogs com outros conteudos?!?

Ana Paula disse... [Responder comentário]

Fui "checar"o acontecido e não resisti a deixar um comentário para a Chu. Reconheço uma grosseria quando vejo uma. Ela escreveu um monte de bobeira. Acredito realmente que ela não ache aquilo tudo. Mas escreveu e eu sei interpretar um texto em português. Mas prefiro Blogs bem humorados como o seu . Leves, como o seu. Não entendo porque perder tempo criticando tão acidamente os outros. E, sim, amo maquiagem e uso maquiagem, e frequento Blogs de maquiagem. E tenho vários pincéis... E trabalho, cuido da casa , do marido, de crianças doentes... Como as pessoas julgam pela aparência... Bjs !

Stylosophy disse... [Responder comentário]

ai graças a Deus só entra gente de classe no meu bloguinho, nunca tive problemas e espero que nunca aconteça, valorizo tanto minhas 'amigas leitoras' e os leitores que acho que ficaria arrasada...
gostei do post. cheio de classe.
Bjins.

Related Posts with Thumbnails