COMUNICADO

Oi gente!

É provável que vcs notem que em alguns posts do blog há fotos que não aparecem ou não abrem ampliadas em outra janela. Nós tivemos problemas com a hospedagem dessas imagens, por isso algumas foram perdidas.
Já estamos trabalhando a fim de recuperá-las (temos backup, ainda bem!). O processo levará algum tempo, mas vai dar tudo certo.
Agradecemos pelo apoio recebido até o momento, e contamos com a compreensão de vcs. <3

domingo, 31 de janeiro de 2010

Série pincéis: aplicação X acabamento (pincel de base)


Oi genteeeeee! Ói eu aqui postando de novo! :D
A Re começou a série sobre pincéis, e eu adorei a idéia. Depois da loucura por corretivos, minha próxima paixão sem dúvida é essa ferramenta, o pincel. Porque né, além de úteis, são lindos, macios… Um luxo. Quem resiste? Mesmo se eu não me maquiasse eu ia querer um pincel, rs.

Uma coisa que a Re vive falando e que me chamou novamente a atenção no primeiro post dela na série foi a dificuldade com o pincel tradicional de base, aquele chato de cerdas sintéticas. Não é uma dificuldade só dela, mas de muita gente. Inclusive minha, quando comecei a comprar/usar pincéis.

foundation-brush

Engraçado que esse foi o primeiro pincel que comprei quando comecei a me instruir mais sobre make (antes disso eu só usava lápis de olho, pó compacto e batom). A idéia de ter uma base impecável sem sujar as mãos me soava tão boa, que ele parecia indispensável. E eu penei até entender como ele funcionava para MIM (que pode ser diferente de como funciona pra vc).

Acho que a maioria dos pincéis serve bem a um dos seguintes propósitos: aplicação ou acabamento. De vez em quando, encontramos algum que desempenhe ambas as funções com igual competência, mas é raro.
Então, ao escolher um pincel (seja de base, de sombra, etc), o mais importante é vc definir qual o seu objetivo: se é aplicar o produto, ou dar acabamento/finalização.
Com os pincéis de pó isso não ocorre tanto, mas em alguns casos essa distinção também se faz importante. Não é qualquer pincel de pó que serve para aplicar um blush pigmentado, ou que consegue um bom acabamento com base mineral, por exemplo.

Na minha humilde experiência, o pincel tradicional de base é um bom aplicador. Só.
Se vc – como eu – não gosta de sujar as mãos para aplicar a base no rosto, ele é uma boa opção. Deposita base onde vc quer, na quantidade que quer, espalha se vc quiser. Mas eu entendo isso como uma aplicação e não como um acabamento, ou seja: eu faço essa aplicação de maneira rápida e superficial, e depois dou acabamento com outra “ferramenta” (no meu caso, esponja umedecida. Ela vem uniformizando a cobertura, retirando apenas o excesso sem deixar um aspecto pesado. Não desperdiça muito produto, fica super natural e homogêneo. É uma excelente ferramenta para finalizar, embora como aplicador seja decepcionante).
Ele gasta, sim, mais produto do que vc gastaria aplicando com as mãos. É inevitável que, mesmo sendo sintéticas, as cerdas absorvam uma parte do produto e haja um desperdício, por menor que seja. Mas base é uma coisa que eu uso tão pouco que às vezes ela chega a envelhecer no frasco, então isso não me incomoda.

Com a sombra, a mesma coisa. Nem sempre o pincel que vc usa para aplicar a sombra serve para esfumar, e vice-versa. Alguns quebram o galho nas duas funções, mas geralmente não tão bem quanto os pincéis específicos para cada fim.
Pincéis muito fofos esfumam bem, mas aplicam sombra de maneira menos precisa e fazem muita bagunça. Podem arruinar sua pele super preparada com a sujeirinha que cai nas bochechas. Já os pincéis chatos depositam a cor com precisão, mas não servem para esfumar. Penso no pincel de base da mesma forma.

Qualidade é importante. Assim como não basta um pincel de sombra ser chato para depositar o produto de forma satisfatória (não vai servir se ele for muito duro, nem se a cerda não segurar o pigmento, etc), não basta um pincel de base ser chato para ser bom.
A questão da brocha/parede e do relevo (levantada pela Re aqui) até faz sentido, mas os bons pincéis de base levam isso em consideração. Eles são bem densos, bem macios e tem as cerdas em camadas nas pontas (isso garante que elas venham em alturas diferentes fazendo uma varredura e preenchendo as depressões no relevo da pele durante a aplicação).
Mas não se engane: pincéis de base bons são difíceis de achar. Eu mesma não tenho um que eu considere verdadeiramente bom. Tenho vários macios, com as cerdas em camadas, mas nenhum denso o suficiente; deixam a base com aquele visual “listrado”. E por isso eu uso para aplicação, não para acabamento.
Pra mim tá de bom tamanho, portque não tenho interesse em finalizar a base com ele. E portanto não, ele não me é indispensável.

Se vc quer as duas funções em um único pincel desse tipo, eu sugiro investir em um BOM exemplar. E aqui no Brasil eu não acho que seja fácil, nem sei se existe. Contém 1g, Boticário, Klass Vough… Nenhum desses me deu um bom acabamento, então nem recomendo.

CSFoundationBrush

Por tudo que o pessoal que entende de make comenta, o 190 da MAC é bem cotado, (embora me pareça magrinho, pra falar a verdade). O seu clone, o pincel de base da Sigma, também tem uma boa reputação.
As meninas do Pixiwoo são maquiadoras profissionais, estão sempre com a pele impecável e usam e abusam do pincel grande de base da Louise Young (site horrível, aliás, não consegui abrir a página de pincéis. Mas a marca tem um pincel de base que é redondo e me interessa bastante), então só posso supor que seja bom.
Outro pincel chato de base que é novo mas está tendo resenhas positivas é o Black Foundation Synthetic Brush, da Coastal Scents. A Emily fez a resenha em vídeo, e mostra que ele é bem denso. Ela inclusive fala que não é fã dos pincéis chatos, mas que gostou desse.

Eu uso mesmo é para evitar de sujar as mãos. Quem tem a base ColorStay da Revlon sabe que a maravilha de ela não sair da pele nem borrar as roupas também significa que ela não sai das mãos nem dos dedos. Então evito a todo custo aplicá-la dessa forma.

Tipos de produtos que a gente usa, nossos gostos pessoais e até mesmo o jeito de usar fazem uma diferença danada no resultado. Mas ainda acho que o mais importante é definir que tipo de função esperamos do pincel. Pode ser que vc precise de 2 pincéis para um mesmo produto: um pra aplicar e outro pra finalizar.
Mas confessa: vc não vai morrer de tristeza por causa disso, né? rsrs Eu sei que eu não vou, hehe.

Agora, pra finalizar, além da minha esponja de queijinho eu vou ter também um pincel da Philosophy pra chamar de meu. Ataquei uma pobre de uma amiga que estava indo ao exterior a trabalho, e abusei da coitada. rs

PS: Meninas, respondo os comments hoje de madrugada, ok? Beijinhos!

19 comentários:

Renata disse... [Responder comentário]

Aaah, vc pediu o pincel! Show! Ele é demais, né? É ver e se apaixonar. E olha, ele serve pra aplicar, perfeitamente. Não precisa de um só pra isso, ele aplica sem desperdiçar (embora eu use os dedos, porque não ligo pra sujar os deditos)

Esponja de queijinho nem! Tenho uns aqui, vou até te dar, não curto. Mas vem resenha da Beauty Blender por aí, comprei. :D

Milena disse... [Responder comentário]

Tb demorei a me adaptar com a esponja de queijinho, mas porque eu usava pra espalhar. Ela tem que vir úmida, só pra dar um polimento final. Aí fica show. :)

Quero nem ver a Beauty Blender, para de aumentar minha lista, Renata. rs

Grace disse... [Responder comentário]

Gostei do post Milena. Vc disse várias verdades sobre os pincéis, muitas pessoas estranham quando utilizo tantos pincéis na hora da make mas como vc disse é praticamente impossível achar um pincél que faça tudo. Quanto as esponjinhas eu as usei por muito tempo, antes de conhecer o acabamento dos pincéis, até hoje acho que o corretivo na área dos olhos fica mais homogênio se passado com a esponjinha do que somente como pincel. Acho que isso varia com o gosto e a habilidade de cada um.
Vou esperar a resenha da Beauty blender, nunca botei muita fé nela mas quero ver o que vc acham.

Bjs!!!!!

Glorinha.Lima disse... [Responder comentário]

Renatinha
tomara que essa beautyblender faca valer a pena rsrsrsrs
29 doletas,2 PONJINHAS????
conta p gente vai rsrsrsrsrs
mi adorei o post pq tb num me entendo bem com as ferramentas muitas vezes...
mil bjk

Márcia Alves disse... [Responder comentário]

Ah Milena, invejinha branca de vc que vai ser a feliz proprietária de um PSAB...

Tenho uma amiga de Sampa que tá indo pra Paris (muito chique ela!) e ia dar uma chorada pra ver se ela traz ele pra mim de lá, mas no site da Sephora da França não tem Philosophy (buáááááá). Alguém sabe onde encontrar por lá??

Eu tb uso esse pincel chato de base basicamente pra aplicar e depois uso o duo fiber pra acabamento. Nem tenho muita neura de sujar a mão não, mas é que em mim, a base fica melhor aplicada com pincel do que com a mão, pois consigo chegar em todos os cantinhos do rosto.

Aninha disse... [Responder comentário]

Eu tb detesto sujar os dedinhos!!! Aí entra base embaixo das unhas e tem que passar a escovinha... aí estraga o esmalte... ai... que horror!!!
Já vi aplicação de base com o duo fiber tb!!!
Bjos.

Aninha disse... [Responder comentário]

Ah! Pra usar a esponjinha de queijinho pra finalizar, ela tem que estar umedecida??
Bjos.

Dáfni disse... [Responder comentário]

Milena,

Muito bom o seu post!

Agora, vou confessar: eu não sei usar a esponjinha pra dar este acabamento que falou! Será que não podia fazer um post só sobre isso?

Beijos

nayarac. disse... [Responder comentário]

Meninas, posso engrossar o coro da Dáfni e da Aninha? Fiquei curiosa com a técnica da Mi sobre a esponja!!

Quem sabe rola um micro vídeo explicativo?!?! (olha eu abusando!!)

bjos!!

nayarac.

Milena disse... [Responder comentário]

Grace

Hm, ainda não testei a esponjinha com corretivo, boa idéia. Eu ando fazendo uns testes com corretivo, saindo da minha zona de conforto e da minha forma costumeira de aplicar, e tenho gostado. Vou tentar esse jeito tb. :)


Glorinha

Tem pincel que eu faço funcionar na marra, tem outros que eu desisto... rs


Márcia

Cara, juro que às vezes eu não entendo a Sephora, sabia.
Se eles entregassem no mundo todo, iam abalar bangu. rs
Mas fica esse negócio de ficar regulando frete internacional... Baita coisa de pobre, viu. Prontofalay, hauhauaua.


Aninha

Além de eu não gostar de sujar os dedos, a ColorStay só sai com demaquilante. Não tenho paciência pra ficar limpando a base dos dedos com removedor, sabe? E isso das unhas é verdade!!
Quanto à esponjinha: com ela umedecida, ela dá uma "ajeitada" no acabamento da base sem retirar muito do produto. Retira só o excesso, e o efeito final fica leve, sem aquele aspecto de reboco.
Se usar ela seca, ela retira muito produto, e ainda absorve mais (e, portanto, desperdiça mais tb).


Dáfni e Nayara

Na verdade, não tem muito mistério não. Eu aplico e espalho a base toda, como se fosse deixar ela assim. Depois venho com a esponjinha úmida por cima, passando de leve, só espalhando/assentando.
Mas tá, vou tentar fazer um videozinho. rs
Deixa só eu contar minhas makes e fazer uma atualização no Shopaholic Corner pra vcs (vou colocar lá todas as lojas onde já comprei e como foi!), tá?

Beijos!

Márcia Alves disse... [Responder comentário]

Atualização do Shopaholic Corner??? Yuppiiiiiiiiii!!! Ou melhor, ai Jesussssss.... :)))

Lanny disse... [Responder comentário]

Me dou bem com este pincel pra acabamento. Pra evitar o efeito listrado (que aconteceu demais no começo do uso - quando eu era "virgem!") foi aplicar a base com leves passadinhas, como se tivesse varrendo um chão rapidinho, sabe? A listra so fica (em mim) se eu der uma "varrida" muito longa de uma vez. Explicacao complicada, hein? Vi esta dica daquele cara gringo que faz videos de make, Enkore, eu acho. Beijinhos!

Tati Campêlo disse... [Responder comentário]

Estou divulgando meu novo blog
www.gastronomiaefotografia.blogspot.com
Se puder da uma passada lá!

Atenciosamente
Tati

Ana disse... [Responder comentário]

Vergonha da minha pessoa nesse momento!
Quanso, raramente eu uso base, aplico com os dedinhos e acho q fica ótimo!
Preciso de uma amiga sincera o suficiente pra me garantir que não ando por aí fazendo a palhaça de circo!!!
Hahahaha
beijãaaao

Renata disse... [Responder comentário]

Ana, quem não dá uma ajeitadinha com a mão no final? Hem, hem? Eu faço! rs Aposto que a Mi também, e tipo... todo mundo! rsrs

Fer Freitas disse... [Responder comentário]

nossa, eu nem sabia que se aplicava base com pincel...shame on me!! quem sabe compro um pra ficar mais esperta ne! bjs

lumareth disse... [Responder comentário]

Eu gosto de usar a esponjinha de queijo para passar o Cream Color Base cor Pearl, como iluminador, não consigo o mesmo efeito sem ela.

Bjs

Dáfni disse... [Responder comentário]

Milena, a gente espera!

Beijos

Letícia Akemi disse... [Responder comentário]

Amei esse post! Pincel ajuda e muito na produção dos makes, deixa mais leve as produções A-D-O-R-O.

Faz uma visitinha no meu Blog!

Se você gostar a gente pode se "linkar"

Beijo Querida e parabéns pelo Blog.

Related Posts with Thumbnails