COMUNICADO

Oi gente!

É provável que vcs notem que em alguns posts do blog há fotos que não aparecem ou não abrem ampliadas em outra janela. Nós tivemos problemas com a hospedagem dessas imagens, por isso algumas foram perdidas.
Já estamos trabalhando a fim de recuperá-las (temos backup, ainda bem!). O processo levará algum tempo, mas vai dar tudo certo.
Agradecemos pelo apoio recebido até o momento, e contamos com a compreensão de vcs. <3

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Correios: Como agir pra garantir o direito de receber um serviço contratado?


Alguns dias atrás a gente falou sobre a insatisfação com os correios e as formas de agir contra o serviço porco que a empresa tem prestado. Tão porco que daqui a pouco ninguém mais vai querer entregar encomendas no Brasil. Fora que internamente também é uma indecência, perde-se muita coisa e fica por isso mesmo.

Os Correios têm abusado do consumidor de várias formas possíveis, perdendo entregas, ou “perdendo” entregas, demorando períodos absurdos pra entregar, falhando na prestação de informações sobre as remessas e sobre as reclamações.

Não foi só a gente que falou, não, muitos blogs brasileiros andam falando nisso, e a pergunta que surgiu foi: o que se pode fazer na prática quando somos lesadas por alguma das várias falhas de serviços que os Correios têm nos oferecido?

A Ana Paula, uma leitora antenadíssima e adorável se ofereceu pra tirar nossas dúvidas a respeito dos caminhos legais pra buscar reparação dos Correios nesses casos. Ela é advogada, especializada em Direito Administrativo, e se propôs a ajudar.

Concordamos, inclusive, que é possível – e até provável – que os serviços prestados pelos Correios são tão ruins (e cada vez piores) justamente porque não é habitual esse tipo de exigência, tomando medidas legais pra garantir o direito de receber o serviço pago. Ora, é um serviço! E é pago! Então quando se contrata, é devido! Certo?

Combinamos com ela o seguinte: a gente vai abrir esse post pra vocês perguntarem o que gostariam de saber sobre o assunto, depois a gente faz um “apanhadão” e resume tudo num post-resposta.

Por exemplo:

Qual é a primeira providência a tomar quando há prejuízo pelo serviço prestado?

Que tipo de garantia se pode esperar dos serviços de entregas dos Correios, já que eles aparentemente só garantem entregas com valor segurado ou por SEDEX? (“SE é Sedex, pode confiar” ass.: Correios!)

Qualquer um pode entrar com ação de reparação de danos ou por indenização por perda de objeto remetido? E por demora/atraso?

Precisa pagar pra fazer isso? Onde e como se faz?

Já que é um serviço, o PROCON ajuda em alguma coisa?

Tenho certeza de que os leitores que já tiveram alguma experiência desagradável com os Correios podem ter dúvidas mais específicas, então coloquem nos comentários e depois a gente vai fazer um resumão com informações básicas sobre o assunto.

Reclamar nos blogs e botar a boca é importante, sim, mas agir é mais. É nosso direito, e temos que aprender como se faz, na prática, pra garantir que esse serviço seja prestado decentemente.

De antemão, agradecemos à Ana Paula pela generosidade de oferecer seu tempo e seu conhecimento. Obrigadas!

E deixem suas perguntas nos comentários. ;)


EDIT: As respostas foram postadas aqui




27 comentários:

Erica disse... [Responder comentário]

Gostaria de saber se caso o pacote tenha sido violado, como a pessoa prova o que tinha nele sem ter nota fiscal?

schirlei.mae disse... [Responder comentário]

O diretor dos Correios foi demitido sob a alegação de má gestão, espero q a partir de agora o serviço melhore!!!

Ana Flávia disse... [Responder comentário]

Meninas, esse post caiu do céu! Estou com um problema recente com os correios e ainda não houve solução, é o seguinte:
comprei um kit da benefit com uma menina que mora numa cidade vizinha a minha, ela mandou por PAC com seguro dia 12 de julho, deveria ter chegado 3 dias úteis depois e nada... alguns dias após o prazo a vendedora abriu a reclmação pra apurar o que havia acontecido com o pacote, mais um prazo de 5 dias úteis que não foi cumprido pelos correios (expirou dia 27) ligamos diariamente no atendimento e eles dizem que ainda estão apurando o que houve e que não há prazo pra que haja um retorno, só dizem que é o mais rápido possível. Queria saber o que podemos fazer pra que eles reembolsem o valor do seguro sem protelar a solução pelo tempo que convém a eles, parece que querem nos vencer pelo cansaço! Qual o procedimento junto aos correios, ou o que devemos fazer (Procon/Justiça)pra reaver o valor?
Agradeço muitooo a boa vontade de vcs e da Ana Paula em ajudar!
Beijo!

Simone S. R. Silva disse... [Responder comentário]
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Simone S. R. Silva disse... [Responder comentário]

Tenho enfrentado alguns problemas com os Correios nas minhas compras internacionais. Fiz uma compra no ebay, que foi enviada por First Class Shipping, ou seja, sem número de rastreamento. No entanto, este tipo de postagem, apesar dos Correios dizerem que não tem rastreamento, é possível pesquisar o destino do item quando ele chega no Brasil. Pois bem, verifiquei no site do Correios e apareceu a mensagem" saiu para entrega", e logo a seguir outra, dizendo para que eu entrasse em contato com eles. Quando liguei, o atendente disse que constava na tela dele que o pacote havia sido "roubado". Meu orientou a formalizar um pedido de informações, e assim o fiz. Depois de alguns dias, me informaram por e-mail que eles consideram que o dono do ítem é o remetente, e só iriam dar informações a ele.Protestei, pois se eles tem por norma não darem informações ao destinatário, então por qual motivo me fizeram obter um monte de dados do remetente para fazer o pedido de informação? Depois de alguns dias, novo email, informando-me que seguem normas da UPU, órgão da ONU que regula os principais aspectos das relações entre as empresas de correios do mundo. E que o rementente é que teria que formalizar denúncia com a administração postal de origem, uma vez que de acordo com normas internacionais postais, a retratação financeira, pelo serviço não prestado, deve ser feita ao remetente.
Achei que esta é uma forma que eles conseguiram de se safar, pois o rementente não tem nenhum interesse em reclamar, pois ele já recebeu pela venda do produto, e não pagou pelo frete, já que este é custeado pelo rementente.
É claro que o vendedor nem se deu ao trabalho de fazer esta reclamação no serviço postal dos EUA. A sorte é eu abri um caso no ebay, relatei que o vendedor não havia me respondido, e o ebay me ressarciu o valor do produto e o frete.Escrevi para o jornal O Globo, relatando tudo , mas não foi publicado nem na seçao cartas dos leitores nem na Defesa do Consumidor.
Uma outra ocasião, o meu produto foi devolvido ao rementente, pois os Correios alegaram que o endereço estava incompleto. O vendedor, o qual eu costumo comprar e sempre coloca o endereço correto, disse que escreveu o endereço direitinho. Os Correios se recusaram a informar qual parte do meu endereço estava faltando, alegando o mesmo motivo que eu descrevi acima. O vendedor me devolveu o dinheiro, mas até semana passada não tinha recebido o produto de volta.
E assim eles conseguem não ser responsabilizados por nada. Acho que acões judiciais seriam um meio eficaz de responsabiliza-los, mas se eles se utilizam do argumento que o contrato de serviço de entrega do bem foi feito pelo remetente e só ele pode reclamar, fica difícil a gente poder figurar no polo ativo de um possível processo judicial contra os Correios.

Boudoir de Beauté disse... [Responder comentário]

Os primeiros comentários já são gigas então vou deixar que das dúvidas as meninas se encarregam já que, graças a Deus ainda não tive graves problemase.
No entanto quero SUPER parabenizá-las pela iniciativa que com certeza irá ajudar todas nós, mais uma vez!

Beijinhoss
Nane

Dáfni disse... [Responder comentário]

Meninas, que ótima oportunidade!

Eu queria saber se apenas o remetente tem o direito de reclamar com relação ao paradeiro da encomenda; e se é certo eles usarem de 5 a 7 dias úteis de tempo para responder sobre a encomenda.

Obrigada! Beijos

Milena disse... [Responder comentário]

Oi Simone!

Deletei um comentário seu porque estava duplicado, tá? Um deles permaneceu, então a sua dúvida não foi perdida.

Achei interessante o que vc colocou. Se é verdade que o único que pode fazer alguma coisa é o remetente, realmente eles se esquivam de QUALQUER responsabilidade. O pacote pode ser roubado, perdido, whatever, que o destinatário não pode fazer nada. E CLARO que nenhuma loja vai se dar ao trabalho de correr atrás disso.
O engraçado é que o serviço do país do remetente fez a sua parte direitinho... A coisa foi pro brejo quando chegou aqui, né?
Então fico imaginando POR QUE diachos a reclamação deveria ser feita junto ao órgão do país de origem.
Essa história tá muito esquisita mesmo.

Milena disse... [Responder comentário]

Meninas,

A gente sabe que muitas de vcs estão passando por problemas semelhantes. Agradecemos muito à Ana Paula pela boa vontade e generosidade.

Como imagino que serão muitas as perguntas, peço paciência às leitoras... Nós vamos fazer o possível para ajudar. :)

Bjs!

Renata disse... [Responder comentário]

Meninas, não esqueçam: os esclarecimentos que a Ana Paula puder dar virão em um novo post, e não aqui nos comentários, ok? Não estranhem a falta de respostas aqui.
To achando as perguntas interessantes. Essa do destinatário não poder fazer a reclamação é interessante mesmo.

bjs

Júlia disse... [Responder comentário]

Ai, que bom! Quem sabe isso possa me ajudar :)
Eu comprei no site cherryculture.com em março (!) e rastreei pelo usps.com e diz que no dia 03 de março o pacote foi enviado ao Brasil. Paguei pelo USPS 1st Class Intl Mail e até hoje nada. Não sei a quem recorrer e o que fazer, pois não tem número de rastreio, mas posso provar que a encomenda foi mandada ao Brasil, né?
Ainda tenho esperança, haha!

Beijo meninas!

Tathi disse... [Responder comentário]

Mi,

Nada a ver com o post em quetão:

Valeu por ter atualizado! Eu estava voltando periodicamente para ver se estava! hahahaha...a louca aqui precisava saber o corretivo que você tinha usado!

Beijos

Tathi

Gaspinha disse... [Responder comentário]

Oi
Se envio uma encomenda por SEDEX, com seguro, em caso de extravio, o frete (bem alto, por sinal!) também deve ser ressarcido?
Obrigada a Ana Paula e a vcs, meninas.
Bjks

Simone S. R. Silva disse... [Responder comentário]

Oi, Milena
Um dos atendentes dos Correios, em uma das minhas várias ligações reclamando, me disse que, pra eles, o consumidor é quem foi a agência dos correios e postou a encomenda. Quando argumentei que quem pagou a postagem fui eu, o sujeito ainda teve a audácia de me perguntar: "foi a senhora que foi lá na agência, nos EUA, e postou a encomenda?" Segundo o e-mail que recebi depois, são regras internacionais de postagem. Posso repassar este e-mail pra você, se quiser. E assim, eles vão sumindo com as nossas compras e fica por isso mesmo. O segundo caso que relatei no comentário anterior, aquele que eles informaram que o pacote estava retornando para o remetente pois o endereço estava incorreto, chegou na minha casa hoje. O endereço estava correto, com rua, numero, apartamento, bairro, cidade, mas faltava o CEP. Detalhe: é só colocar o nome da rua no site dos Correios que o CEP é informado. O funcionário competentíssimo demorou 2 meses pra fazer isto.Liguei pra lá,depois de receber o pacote, e a atendente continuou informando que ia ser devolvido. Ou seja, a desorganização é tanta que eles nem sabem onde está a encomenda, entregam e informam outra coisa. O pior é esta sensação de impotência, pensar que ninguém vai ser responsabilizado por nada.

Aline disse... [Responder comentário]

Pôxa meninas, este post de vcs caiu do céu...
Deste ontem à noite estou furiosa com o serviço do Sedex, inclusive ontem chore muito de raiva.
Sei que pode parecer inocência mas acreditava que o serviço do Sedex era garantido e seguro... até ontem.
Bom vamos ao meu caso, à pouco estive nos Estado Unidos e aproveitei para fazer algumas comprinhas (lógico) e dentre elas estava a última novidade da Apple o Iphone 4, na verdade comprei 02 aparelhos, um pra mim e outro pro meu pai, acontece que este celular é bloqueado para ser utilizado fora dos Estados Unidos,o que nos obriga a contratar o serviço de alguém bom informática para fazer o desbloquei.
Como já havia dito, comprei um aparelho para o meu pai tb, pois ele tem um amigo que iria fazer o desbloque dos dois celulares... até aí nada de anormal, o detalhe é que moro no Rio de Janeiro e meu pai em Fortaleza, daí qual a forma mais lógicade enviar os celulares para serem desbloquados... O SEDEX... Então dia no dia 09/ago enviei os celulares pra Fortaleza que chegaram intactos no dia 10/ago. Meu pai ao receber entregou pro amigo dele que fez o serviço e devolveu para o meu pai. No dia 11/ago meu pai me enviou somente o meu celular (ainda bem que foi só um). O Correio informou que estariam no Rio no dia 13/ago, que por incrível que pareça, foi o que aconteceu, ontem o pacote estava sendo entregue na minha casa.
Aí começa o meu problema... como trabalho o dia inteiro, a encomenda foi recebida pelo porteiro do prédio em que moro (procedimento mais do que normal). Cheguei no final do dia e ele me entregou, na hora que segurei a caixinha disse imediatamente: "Esta caixa está vazia." E pro meu desespero, eu não estava errada, dava pra ver que a caixa estava com uma das laterais rasgadas e o durex que envolve o pacote estava claramente rompido... final das contas, o Sedex roubou meu celular e ainda teve a cara-de-pau de me entregar uma caixa vazia ou melhor cheia de papel.
Então pergunto, o que posso fazer contra esta instituição? Lembro que o meu pai tem a nota da postagem do Sedex mas que diz somente o peso da encomenda, não fazendo qualquer referencia ao conteúdo. E o meu porteiro assinou o recebimento, logo como provo que recebi a caixa vazia?
Ainda estou muuuito chateada... só de pensar me dá vontade de chorar... afinal não é só o prejuíso financeiro (cerca de R$ 1.300) mas o sentimento de completo desamparo... de impotência perante esta instituição que, até então, eu a considerava idônea.
Me ajuda por favor. Bjão.

Aline disse... [Responder comentário]
Este comentário foi removido pelo autor.
Aline disse... [Responder comentário]
Este comentário foi removido pelo autor.
Aline disse... [Responder comentário]
Este comentário foi removido pelo autor.
Aline disse... [Responder comentário]
Este comentário foi removido pelo autor.
Aline disse... [Responder comentário]

Meninas, não sei o que aconteceu mas meu comentário foi replicado 05 vezes... rsrsrsrs... Bom, o importante é que já apaguei os excedentes!
Aguardo anciosa a resposta, Bjão!

Milena disse... [Responder comentário]

Oi meninas

As dúvidas/reclamações de vcs estão sendo anotadas, e em breve a Re faz um outro post com alguns esclarecimentos e dicas, ok?

Bjs!

Ana P. disse... [Responder comentário]

Simone, sério que você consegue o numero de rastreio pelo First Class Shipping? Como faz isso?
Quando eu comprei umas makes, o vendedor do ebay (que é super qualificado e tal) oferecia esse serviço e eu pedi por ele.
Resultado: dois meses e NADA da minha compra.
Tenho quase certeza que deu problema aqui mesmo (apesar de não ter chego nenhuma carta da alfandega/anvisa), mas não faço a MENOR idéia do que fazer... Se falo com o vendedor ou espero mais um tempo.
O post caiu do céu MESMO :)

katia disse... [Responder comentário]

ola,

pode ainda perguntar?

comigo aconteceu assim:

mandei uma carta , ela se extraviou, eram papeis de carta, com valor sentimental para mim e para quem ia receber.
a carta sumiu, os correios não sabem dela, extraviou, não declarei valor ( burra), e abri uma reclamação, no dia 14/10 - hj é 12/11 e até agora nada, eles falaram q iam depositar um valor na minha conta e nada"!


eu vou ao procom?

o q eu devo fazer ja que eles nada fazem}?

tenho direito de reclamar mais o valor? pela demora e descaso?

aguiardo


brigada

Renata disse... [Responder comentário]

Oi, Katia! Já tem um post com essas respostas, coloquei o link no final desse post.

http://makeupalooza.blogspot.com/2010/09/correios-como-agir-pra-garantir-o.html

bjs

Nilce Marcelha disse... [Responder comentário]

EU NÃO CONFIO MAIS NOS CORREIOS E NO SEU SERVIÇO SEDEX
Aconteceu comigo: eu aguardava uma entrega enviada via Sedex, de São Paulo para Vitória, e que havia sido postada no dia 17/07/2012 (terça-feira) no período da manhã. Na quinta-feira (19/07/2012), percebendo o atraso na entrega (já que o prazo é de dois dias úteis) acessei o site dos Correios e tentei localizar o objeto. Não constava nada além da postagem na agência do bairro Bonfiglioli São Paulo – SP..

Como não consegui nenhuma informação pelo site até o dia 19, e não constava nada além do objeto ter sido postado, resolvi telefonar para a Central de Atendimento dos Correios. Eu já estava super preocupada, uma vez que se tratava de uma mercadoria de alto valor. Fui então informada pelo atendente que “não havia recebido e não receberia” a mercadoria, pois o caminhão que realizava o transporte havia sido roubado.

O que eu posso fazer? Segundo os Correios, se não houve valor declarado no momento da postagem, e nem o pagamento do seguro, eles entrarão em contato com as pessoas que foram prejudicadas para efetuar a devolução do valor da postagem (no meu caso R$ 95,00), e o pagamento de um valor simbólico de R$50. Sim, apenas isso! O problema aqui é que no momento da postagem nenhum funcionário tem o hábito de informar aos clientes da existência deste seguro (Cerca de 1% do valor declarado) e da importância de se declarar o valor do que está sendo enviado. Vale ressaltar que utilizo os serviços dos Correios com freqüência e nunca fui informada disto, e que caso eu soubesse, com certeza teria efetuado o pagamento pois é um valor muito inferior ao possível – no meu caso certo – prejuízo.

Depois do ocorrido comecei a pesquisar sobre o assunto na Internet. Descobri então que assaltos a carros dos Correios são muito mais comuns do que sabemos. O problema é que não são divulgados na mídia. Pois é, desvios de encomendas sedex são freqüentes! Na internet há inúmeros casos de pessoas que passaram pelo mesmo problema que eu. São perdas enormes: desde objetos de valor, como laptops (e justamente pelo valor foram enviados por sedex, o que supõe um transporte mais seguro e eficiente), até perda de inscrição em concurso público, passando por extravio de remédios urgentes, destinados a quem muito precisava dele.

Desejo alertar a todos sobre os desvios de cargas do sedex, que têm se tornado tão constantes! Acredito que os Correios devem se responsabilizar por isso, devem tomar providências. Afinal de contas, o slogan da empresa mesmo diz: “TRANQUILIDADE PARA SUAS ENTREGAS”. Pois não estou vendo esta segurança! Contratei um serviço (entregar uma mercadoria importante e com valor alto) que não foi realizado. Os Correios somente viraram as costas e falaram que não podem fazer nada.

Acho que todos os prejudicados devem entrar na Justiça, por mais aborrecido, tenso e trabalhoso que isso possa ser. Esta pode ser a única brecha que nos deixaram para chamar a atenção para uma instituição que já foi sinônimo de qualidade e confiança no Brasil, e hoje pode deixar de cumprir obrigações, lesando seus usuários, assim como aconteceu comigo. Eu não confio mais nos correios e em seu serviço Sedex.

Nilce Marcelha.
nilmarcelha@hotmail.com

Renata disse... [Responder comentário]

@Nilce MarcelhaNilce, lamentável tudo isso, né? Aqui no Brasil ninguém liga pra lei, pra consumidor, pra nada. Mas ligar pra quê, né? Não tem punição pra quem não cumpre a lei (e vai tentar procurar seus direitos pra ver; é TÃO burocrático e trabalhoso que "até parece" que é de propósito pra gente nem tentar), e além disso nosso excelente governo protege os prestadores de serviço da concorrência. E o que o brasileiro faz? Aproveita e manda chumbo no consumidor, como sempre.

Aliás, uns meses atrás passei numa agência e fique CHOCADA, C H O C A D A com o estado da agência. Um lixão, um nojo, tudo despencando! Sabe aqueles filmes americanos quando retratam uma repartição pública numa cidade de fim de mundo no México no século passado? Lembrei daquilo.

É uma consideração, né? Mas, de novo, pra quê ser apresentável, se nem serviço decente eles prestam?

bjs, boa sorte tentando manter a serenidade rs

Claudia disse... [Responder comentário]

Olá, estou a quase 4 anos sem receber correspondência, minha rua tem Cep td normal. O que devo fazer?

Related Posts with Thumbnails